7 maneiras divertidas para você jogar o seu buquê

Jogando o buquê 3

Vamos jogar o buquê??? Cadê as mulheres solteiras???? Essas são as perguntas que anunciam que a noiva irá jogar o buquê. E elas podem jogá-lo de diversas formas. Por isso, nesse post vou te mostrar 7 maneiras divertidas para você jogar o seu buquê.

Tradição antiga, que infelizmente não se tem registros específicos de quando e onde começou, o momento que a noiva irá lançar buquê causa alvoroço entre as mulheres solteiras que vêem ali naquele momento a esperança de ter a sorte de pegar o buquê e ser a próxima a se casar.

Embora não se saiba quando se iniciou a tradição, acredita-se que tudo começou na Idade Média. Nessa época era um costume entre as mulheres não casadas cortar e levar para casa um pedaço da roupa da noiva para trazer boa sorte. Mas para evitar que seu vestido fosse estragado, no século XIV, na França, as recém-casadas começaram a jogar outros objetos como uma alternativa. E o buquê, símbolo da fertilidade, acabou sendo o mais comum.

Muitas noivas, hoje em dia, já inovam e, ao invés do buquê verdadeiro (por ciúme), atiram um falso feito especialmente para esta ocasião. E outras inovam fazendo brincadeiras divertidas que interagem mais ainda com suas convidadas. Mas chega de história e vamos te mostrar 7 ideias para você jogar o seu buquê de casamento.

1 – Buquê de Fita

Jogando o buquê 2

Provavelmente você já viu em algum casamento. Funciona assim: várias fitas são amarradas no buquê e cada solteira pega uma ponta. A noiva vai cortando uma por uma… Quem segurar a última fita leva o buquê e é a próxima a se casar!

Ou colam-se várias fitas no buquê sendo que uma única fita será bem presa, sendo essa a fita verdadeira. Cada solteira pega a ponta de uma fita e, na contagem regressiva 3,2,1, as moças puxam e quem estiver com a fita presa verdadeiramente é presenteada com o buquê. Essa ideia vem fazendo um sucesso danado e é super divertida, além de render fotos e vídeos maravilhosos!

2 – Preso no Cofre

Jogando o buquê 4

Colocam o buquê dentro de uma caixa transparente, amarram correntes em volta dela e trancam-a com um cadeado. Pegam várias chaves, sendo que só uma abre o cadeado…é aí que começa o suspense. A que conseguir abrir leva o prêmio.

3 – Vários buquês em um

Essa daqui é para fazer todas as amigas felizes: ao invés de jogar um buquê único, jogam-se vários “mini buquês”que podem ser de flores naturais ou apresentados como coraçõezinhos ou flores de feltro. Além de superfofo, vai ser uma surpresa (porque a noiva segura como se fosse um só e eles se separam no ar! Ahhh, o legal é que ainda tira foto e é filmada com todas as felizardas.

4 – Bichinhos de Pelúcia

Para fugir mais ainda do tradicional, pode-se jogar um bicho de pelúcia em vez do buquê de flores. São três ideias que considero mais legais e que tem alguns significados baseados em historinhas infantis: o sapinho, que indica a próxima que vai transformar o sapo em príncipe-marido; o cupido, que mostra quem conseguirá flechar o coração do namorado e transformá-lo em noivo; ou o pinguim, que tem a história de amor mais linda do reino animal que trata da fidelidade eterna.

5 – Buquê de Santo Antônio

O considerado santo casamenteiro também pode substituir seu buquê. Você pode jogar só um de pelúcia, como na ideia acima, ou então fazer um buquê com vários “mini santo-antônios” e jogar pra mais de uma amiga e ser abençoada por ele! Hoje em dia o Santo Antônio está sendo substituído por São José que é considerado o santo dos bons maridos.

Jogando o buquê 5

6 – Pegadinha com os amigos

Outra pegadinha bacana: se não quiser fugir muito do jeito tradicional, mas quiser fazer uma gracinha diferente, combine com seus amigos homens para que eles passem na frente das solteiras e não deixem que elas peguem o buquê quando você o lançar. Elas vão querer mataaaar todos eles!! Hahahaha.

7 – O buquê do noivo

Para descontrair mais ainda o momento do buquê, logo após a noiva fazer a brincadeira, o noivo para “consolar” os amigos e também participar da brincadeira, joga a caixa de um whisky. O rapaz que pegar essa caixa será presenteado com a garrafa da bebida.

Espero que tenham gostado das ideias. Para deixar esse momento mais divertido, converse com sua cerimonialista e com o Dj para agitar e fazer dessa uma experiência inesquecível em sua vida.

 

Sobre a autora

Roberta Silva é graduada em Comunicação Social e especializada em assessoria para noivos, com experiência de 10 anos no mercado de eventos, trabalha com muita dedicação e carinho para que o seu evento esteja de acordo com os seus sonhos. Junto de sua equipe, fazem de cada evento um momento único e muito especial.

Roberta Silva participou da reportagem do Jornal impresso Correio Braziliense de 22 de maio de 2016 “O sucesso é ser Feliz”, cujo tema era de trabalhadores que são felizes em suas profissões por realizam suas atividades com verdadeira excelência.

Facebook: https://www.facebook.com/cerimonialrobertasilva

Instagram: @cerimonialrobertasilva

email:robertasilvacerimonial@gmail.com
(61)98120-8067 operadora Claro  e Whatzap

Você já ouviu falar desses tipos de cerimônia?

Casamento! Quando o assunto é casamento, logo vêm muitas emoções.

Afinal nada é mais emocionante que se imaginar subindo ao altar junto para encontrar a pessoa amada. Trocar votos de amor e fidelidade por toda uma vida…Ahhh!

E a cerimônia também se tornou um momento único e extremamente prazeroso! Ela pode (e DEVE!) ter a personalidade do casal. Existem cerimônias mais tradicionais, clássicas, com cortejos e ritos pré-definidos. Casamentos católicos e evangélicos, por exemplo, seguem uma liturgia sacramental.

Mas hoje, também, é possível mesclar outros ritos que também são cheios de representações e simbolismos.

Portanto, separamos os principais tipos de cerimônia para você saber mais como que ocorrem as diversas celebrações.

  • Cerimônia das Areias
Cerimônia das Areias
Cerimônia das Areias

Num ato simbólico, unem-se duas areias coloridas, que não se separam mais. Para essa cerimônia, temos que ter três potes, um vazio, outro com areia cor de rosa e o último com areia azul (ou de quaisquer outras cores que o casal preferir).

Em algum momento da cerimônia, o celebrante junta as duas areias simultaneamente no pote vazio. Essa mistura de areias simboliza a união casal. Uma vez que as areias são misturadas não podem ser colocadas de volta em vasos separados, estando para sempre entrelaçadas. É o que se deseja para o casamento: que seja para sempre!

A mistura das cores simboliza a união de duas vidas em uma e o casal ainda pode aproveitar e usar o vaso como parte da decoração de sua nova casa, para lembrarem todos os dias desse momento inesquecível!

  • Cerimônia das Velas

A cerimônia das velas representa a chama da vida, a luz que Deus nos entregou no momento de nosso nascimento. No dia do casamento, ela se torna mais brilhante e forte com a união das chamas das duas famílias. Para essa cerimônia, o ideal é que haja três velas (podem ser diferentes ou iguais). Uma vela vai representar a família da noiva, a outra, a do noivo e a terceira vela simboliza a nova família que se forma.

Cerimônia das Velas
Cerimônia das Velas

Durante o cortejo de entrada, uma pessoa de cada família entra com as velas. Normalmente, as mães são escolhidas para representar suas famílias. As duas velas devem ficar acessas durante toda a celebração e, no momento em que o celebrante indicar, o noivo e a noiva pegam a vela que suas mães trouxeram e acendem juntos uma vela central.

Enfim, eles se tornam uma única chama, simbolizando a união da nova família que surge ali!

  • Cerimônia do Vinho

Esta é uma das cerimônias de que mais gosto! Isso porque o vinho tem uma representação muito forte para os cristãos. Mais ou menos como acontece com as areias, aqui, ao invés de vasos, temos três taças: uma com vinho tinto, outra com vinho branco e uma taça vazia.

Cerimônia do Vinho
Cerimônia do Vinho

Essas taças podem entrar em cortejo, com alguém da família levando, ou podem já ficar sobre a mesa do celebrante durante a cerimônia. Logo após a troca das alianças (ou em outro momento que o celebrante estabelecer ou o casal desejar), o celebrante deve pedir para que o casal misture o vinho tinto com o vinho branco na taça que se encontra vazia, formando uma nova bebida. Ela representa a união do casal.

Feito isso, o casal bebe o vinho misturado (confesso, não é muito saboroso!), envolve a taça em um tecido e as quebram. Isso simboliza que daquele vinho ninguém mais beberá!

  • Cerimônia da Caixa

Essa é muito legal porque pais, avós e padrinhos podem participar! O casal leva uma caixa bem bonita, de preferência de madeira, para durar bastante tempo, e com uma fechadura. Cada um dos noivos deve ter uma chave dessa caixa.

Cerimônia da Caixa
Cerimônia da Caixa

Antes da cerimônia, o Cerimonial ou alguém da família deve pedir para os familiares, padrinhos e amigos próximos escreverem um cartão, falando sobre os altos e baixos de uma relação a dois, o que eles desejam para o casal, enfim, mensagens para a vida deles. Durante a cerimônia, o celebrante pede para alguém recolher esses bilhetes e coloca dentro da caixa. Em seguida, ele pede para o casal recorrer a essa caixa nos momentos de dificuldades, para que lembrem do verdadeiro motivo que os levaram a se casar. Um valioso presente de todos os convidados!

Essas são algumas das cerimônias  que mais ocorrem para celebrar casamentos. Tudo sempre vai se adequando ao tipo de cerimônia que os noivos querem e ao destaque que também querem dar ao amor, à família e ao respeito entre eles. Tudo do jeito que eles sonharam para um casamento perfeito!

 

Sobre a autora

Roberta Silva é graduada em Comunicação Social e especializada em assessoria para noivos,  trabalha com muita dedicação e carinho para que o seu evento esteja de acordo com os seus sonhos. Junto de sua equipe, fazem de cada evento um momento único e muito especial.

email:robertasilvacerimonial@gmail.com
(61)98120-8067 operadora Claro  e whatzap