Como se vestir para um casamento – Parte 2

Como se vestir para um casamento
Como se vestir para um casamento

Como se vestir para um casamento – Parte 2. Como prometido, daremos continuidade a nossa série de posts que te ajudarão a se vestir no grande dia, o dia do casamento. E hoje falaremos como se vestir bem caso o evento seja a noite.

Ahhh a noite! Glamour, brilho, bocão, brincão e salto 15, certo? ERRADO! Claro que a noite pede algo mais rebuscado, mas em primeiro lugar seja você mesma e não use nada que te deixe desconfortável e queira sair da festa mais cedo só para chegar em casa e arrancar o salto que está te machucando desde quando saiu de casa, tá?

Como no post anterior, uma dica fundamental é ver o que os noivos estão pedindo de traje, facilita tanto na escolha do modelo quanto na cor. Se por algum motivo eles deixarem livre, observem o estilo do casamento e dos próprios noivos: eles são mais conservadores? A cerimônia será ao ar livre ou na igreja? E a festa, onde vai ser? O ideal é sempre observar os fatores localidade, perfil dos noivos, clima e o seu perfil, é claro!

O longo é um clássico que sempre vai cair bem em qualquer ocasião noturna, brilho, uma fenda DISCRETA, acessórios mais elaborados, uma maquiagem mais completa e um sapato lindo compõem o look perfeito para a noite. DICA: quanto mais brilho e adornos o vestido possuir, menos acessórios você deve utilizar para compensar e não ficar mais chamativa do que a decoração da festa…hahahaha.

Falamos dos longos, mas os curtinhos ficarão ainda mais lindos e modernos. O costume sempre foi o uso de vestidos longos e super desenhados para casamentos noturnos, mas os tempos mudaram. Sem contar que em um casamento no meio do mês de agosto você tem que escolher entre um vestido longo e um cabelo arrumado e uma maquiagem sem derreter…hahaha. Ahh, mas, por favor, o vestido pode ser CURTO e não um projeto de vestido que aparece tudo o que não deveria, ok?

Na questão de cores, apostem em cores quentes, cartela dos pretos e cinzas e tons fechados, neon JAMAIS. Quanto mais brilho e bordado o vestido tiver, mais a cor dele deve ser fechada para valorizar o brilho e não confundir o olhar. Crepe, tule, cetim, shantung são tecidos encorpados que dão um destaque e valorizam o corte do vestido.

Até o próximo onde teremos uma conversa séria sobre as nossas queridas e amadas madrinhas!

Beijos!

 

Sobre a autora

Formada pela faculdade IESB em Design de Moda, designer por profissão, mas muito mais por paixão, Mariana de Castro se considera destemida e inovadora, segue a premissa de que moda é oferta e estilo é escolha. Foi para São Paulo correr atrás do que importa e fez 16 cursos na Escola São Paulo voltados à moda com grandes nomes da área: Beto Siqueira, Manu Carvalho, Alexandre Herchcovitch e Lorenzo Merlino. Trabalha como Designer Gráfica voltada para moda e, aos finais de semana, ajuda a organizar casamentos em Brasília.

Telefone: (61) 98134-2928

Email: mariitscastro@gmail.com

 

Como se vestir para um casamento – Parte 1

A palavra é adequação. Por mais que não estejamos acostumados com eventos de gala ou que exigem algo mais elaborado de dia, não podemos esquecer que a ocasião é um casamento e pede algo a mais. Por isso saber como se vestir para um casamento é essencial para não fazer feio.

Podemos pensar em vários pontos, mas o que sempre vem a cabeça primeiro é a cor. Por ser de dia abre-se um mundo de novas possibilidades de cores, estampas e tecidos. Mas atenção para o branco ou cores que vão parecer o branco nas fotos ou em videos de casamento, por mais que casamentos de dia sejam mais descolados não queremos tirar o brilho da noiva e deixá-la chateada no seu grande dia, não é mesmo?

Se joguem nos tecidos esvoaçantes como a musseline, nas estampas (principalmente as bem coloridas e florais) e nos bordados, sim bordados sobre tulle ou até sobre o próprio tecido ficam elegantes e, ao contrário do que imaginam, ficam leves e muito jovens.

Pense antes de tudo onde será a cerimônia e até que horas ela vai, assim você vai poder escolher o cumprimento do vestido (acabando ainda de dia os curtos são uma ótima escolha, já os casamentos que se estendem pela noite vale investir em vestido ou até mesmo macacão longo com um pouco mais de brilho e elaboração) e, é claro, o sapato adequado, até por que ninguém quer estragar seu Laboutin novinho na grama, concorda?

Muitas regras são ditadas quanto à vestimenta dos convidados no casamento, porém o mais importante é entrar no clima e se sentir bem não perdendo a compostura, é claro. No próximo post falaremos sobre a melhor forma de se arrumar para casamentos noturnos que exigem um pouco mais de glamour e sofisticação!

Beijo, beijo, tchau, tchau

 

Sobre a autora

Formada pela faculdade IESB em Design de Moda, designer por profissão, mas muito mais por paixão, Mariana de Castro se considera destemida e inovadora, segue a premissa de que moda é oferta e estilo é escolha. Foi para São Paulo correr atrás do que importa e fez 16 cursos na Escola São Paulo voltados à moda com grandes nomes da área: Beto Siqueira, Manu Carvalho, Alexandre Herchcovitch e Lorenzo Merlino. Trabalha como Designer Gráfica voltada para moda e, aos finais de semana, ajuda a organizar casamentos em Brasília.

Telefone: (61) 98134-2928

Email: mariitscastro@gmail.com